Fotos de praias de São Sebastião próximas a Pousada da Morena

Fotos de praias de São Sebastião próximas a Pousada da Morena


A Pousada da Morena está em Camburi em São Sebastião no litoral norte de São Paulo região com inúmeras praias lindas segue algumas abaixo:

Barra do Una foto 1

É uma espécie de capital naútica de São Sebastião. Na desembocadura do Rio Una estão os coloridos barcos e lanchas que fazem passeios até a Ilha de Montão de Trigo, Ilha das Couves e As Ilhas. De lá partem os caiaques que desafiarão as escuras águas dos Rios Una e Cubatão. Quem finca o guarda-sol na areia encontra na Barra do Una uma praia levemente inclinada, com ondas moderadas

Maresias foto 2

Bem antes da construção da Rio-Santos em meados dos anos 70, Maresias já tinha sido “colonizada” pelos surfistas. A fama da praia só foi crescendo e hoje, em seus cinco quilômetros de orla, o que se vê é o maior desfile de jovens corpos sarados por metro quadrado. Achar um lugar na areia durante o verão é tarefa das mais difíceis. As famílias ainda encontram um reduto mais tranquilo no canto norte da praia, onde as ondas são um pouco mais mansas. Entre 18h e 22h, Maresias aquieta-se. Porém, no final da noite, a juventude ruma para as duas baladas mais disputadas do Litoral Norte, Sirena e Morocco, que literalmente param o trânsito na Avenida Francisco Loup e na Rio-Santos. A balada só termina com o nascer do sol.

Paúba foto 3

Repleta de casas de veraneio e point das famílias, só não é imensamente tranquila porque fica a apenas três quilômetros da badalada Maresias, ou seja, quem não consegue achar um lugar na areia da praia vizinha ruma para Paúba. O mar quase sem ondas convida a um banho relaxante.

Praia da Baleia foto 4

Sem acesso pela Rio-Santos (chega-se pelas vizinhas Barra do Sahy e Camburi), a chance de curtir a larga e plana faixa de areia de uma maneira mais sossegada aumenta consideravelmente. Muito procurada por quem gosta de caminhadas, adeptos do futebol de areia, frescobol e dos iniciantes no surfe – as ondas são moderadas e há algumas escolinhas na areia. Não espere por restaurantes na Praia da Baleia, o máximo que existe são improvisadas barracas de praia. Por que se chama Baleia? Devido ao formato da Ilha dos Gatos, situada em frente, que lembra as formas do cetáceo.

Jureia foto 5

Uma praia ideal para quem busca sossego e tranquilidade. O diminuto tamanho da praia, os dois costões repletos de Mata Atlântica que a protegem e a ausência de bares e quiosques na areia só ajudam a reforçar a impressão. Por ser uma praia de tombo, a Jureia não é recomendada para crianças muito pequenas.

Juquehy foto 6

Com trechos de mar bem distintos – violento no canto direito, calmo no outro lado –, Juquehy talvez seja a praia mais democrática de São Sebastião. Não espere por sossego, basta o fim de semana chegar para surfistas e famílias aportarem nos quase quatro quilômetros de areia. Colaboram para o movimento uma boa oferta de hotéis – desde pousadinhas transadas para casais até pequenos resorts -, um número consistente de restaurantes e barracas de praia, além de dois minishoppings situados na rua principal.

Boiçucanga foto 7

A violenta praia de tombo estaria longe de figurar entre as mais belas de São Sebastião, mas o pôr do sol no horizonte é de deixar o queixo caído. Quem tiver disposição pode encarar a pesada trilha de uma hora até a Praia Brava. Tanto esforço será recompensado por um local selvagem com uma deliciosa cachoeira ao lado da praia. Outra grande atração de Boiçucanga está do outro lado da Rio-Santos: as Cachoeiras do Ribeirão de Itu, dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, são bonitas, formando gelados poços para banho. Para chegar nelas ainda é preciso vencer uma trilha levemente íngreme, mas bem demarcada

Camburi/ Camburizinho foto 8

Separadas por um ilhote , formando um maravilhoso complexo , frequentrada hoje predominantemente por famílias . Tem uma boa oferta de pousadas,onde se destaca a Pousada da Morena, também com muitos restaurantes e quiosques na areia e a mistura fica completa. Ressaltando que as praias não são muito longas – no máximo, 2,5 quilômetros somando as duas praias. Casais têm um motivo especial para frequentá-la, especialmente à noite. Em meio à mata, nos fundos do Camburizinho, o romântico restaurante Manacá é a única casa laureada com uma estrela pelo GUIA QUATRO RODAS em São Sebastião .

Toque-Toque Pequeno foto 9

A vila de pescadores deu espaço às casas de veraneio nas últimas décadas, mas algumas construções caiçaras e a singela capelinha continuam de pé. Além disso, pescadores negociam a venda do peixe fisgado momentos antes no próprio barco. Esse cenário aliado à tranquilidade de uma praia com faixa de areia bem grossa e ondas moderadas criaram um destino propício para casais e famílias .

Barra do Sahy foto 10

Assim como a vizinha Juquehy, também tem trechos de ondas fortes e fracas. Mas essa é a única semelhança. O sossego impera na Barra do Sahy e o trecho com águas bem mansas e rasas ocupa quase 90% da praia, ótima para famílias com crianças pequenas, que ainda aproveitam a mansidão da lagoa formada na foz do Rio Saí. Os surfistas dominam apenas o Canto Bravo, no costão direito da praia

Guaecá foto 11

De frente para o Canal de São Sebastião, é extensa e plana, boa para caminhadas. Tomada por casas, tem poucos bares e restaurantes. Uma trilha fácil, de 30 minutos, leva à Praia Brava de Guaecá, pequena e com mar mais agitado.

Santiago foto 12

Com areia fina e água clarinha, a praia de tombo é pouco frequentada - os donos das casas de veraneio desfrutam dessa faixa de areia quase exclusiva durante a maior parte do ano. Do lado direito podem surgir boas ondas para surfe.

Toque Toque Grande foto 13

Tranquila, é menor que Toque-Toque Pequeno - curiosamente, os nomes das duas praias não referem-se às suas extensões, mas ao tamanho das ilhas que ficam em frente. Os costões e a Ilha de Toque-Toque Grande são ótimos pontos para mergulho e pesca.

Posted on Dec 29, 2015

Categorias